TPM- Tensão pré menstrual ou tempo para mudanças?


Generic placeholder image

Quem nunca ouviu uma mulher dizer que no período que antecede a menstruação sente desconforto, inchaço, irritação, cólicas, vontade de comer doces? Esses são alguns dos sintomas que compõem a clássica Tensão Pré-Menstrual( TPM), que aparece todo mês no período que antecede a menstruação. E pode se apresentar de forma diferente em cada mulher – algumas podem, inclusive, nem sentir os efeitos… Mas à maioria refere que incomoda bastante! A prevalência dos sintomas da SPM é de 75% a 80% nas mulheres em idade reprodutiva e com grande variação no número, duração e gravidade dos sintomas.Dentre os cinco ou mais sintomas relatados, deve estar presente pelo menos um dos quatro primeiros listados a seguir(1):
– Humor deprimido, sentimentos de falta de esperança ou pensamentos autodepreciativos;
– Acentuada ansiedade, tensão, sentimento de estar com “nervos a flor da pele”;
– Instabilidade afetiva acentuada;
– Raiva ou irritabilidade persistente e acentuada ou conflitos interpessoais aumentados.
Entre as formas de alívio são propostas mudanças no estilo de vida, principalmente a prática de exercícios aeróbicos e modificações na dieta e uso de preparados herbários. Entre as medidas dietéticas mais efetivas citamos o uso dos probióticos que podem ser obtidos na forma de alimentos como iogurtes ou até mesmo em cápsulas. Há estudos com suplementação de vitamina B6, cálcio e magnésio, mas sem comprovação científica (4,8). Estudos mostram o uso de anticoncepcionais combinados para o alívio dos sintomas, especialmente os que contêm drospirenona (9). Os inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRS), os quais incluem fluoxetina, paroxetina, sertralina e outros, são atualmente considerados pertencentes à classe farmacológica mais eficaz no tratamento dos sintomas relacionados à SPM (10). Ter uma avaliação de sua ginecologista é fundamental para receber à melhor orientação sobre o que fazer para aliviar seus sintomas de acordo com a característica prevalente em sua TPM, devemos lembrar também que à melhor abordagem sempre será multidisciplinar contando com a ajuda da nutricionista, o profissional da educação física, fisioterapeuta, psicólogo, etc, que serão indicados conforme avaliação médica.

Escrito por: Iaponira Vidal. Ginecologista.

Whatsapp